O pecado do desejo veio em forma de maça

13 comentários:

Abobrinha disse...

ZumZum

É lindo! Isto já está à venda? E é estável ou vai partir com duas abanadelas?

Seja como for... é tentador!

ZumZumMataMoscas disse...

Esta joia já está à venda, mas ao ser uma joia o seu preço é um pouco pornográfico.
Creio que é robusto e o mais lindo de tudo, é que o topo de gama não tem disco duro, tem memória sólida (a mesma que se utiliza nas pen-drives).

É do caral...

Abobrinha disse...

ZumZum

Não tem disco duro? Não pode! E as piadas que se fazem à volta de disco duro? Não ficam a mesma coisa se se falar em "memória sólida"! Não pode ser: vou chamar a ASAE!

Amsilva disse...

xiça, preciso de uns 5 desses para fazer a altura do meu...
a questão seria como é que isso funciona, mas observando a redução de tamanhos, (mais ou menos proporcional ao ordenado) não tarda muito serão apenas do tamanho de um folha A5...

Zaka disse...

Está de se babar por ele!!!!

O preço é que é, como muito bem disseste, demasiado pornográfico para mim!

leprechaun disse...

Ná! P'ra mim não serve... mesmo dado!

Essa maçã não tem onde se enterrar o dente... que fininha, ó minha gente!

Quero Abóboras redondas...

Rui leprechaun

(...fortes como o Epaminondas! :))

Webcam disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Abobrinha disse...

ZumZum

Que se passa homem, que ninguém o vê?

bernard n. shull disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Ramela disse...

O minimalismo irrita-me os olhos!

António Sabão disse...

Olha pá! Não apagues esses comentários em inglês e inda te fodes! :((((

ZumZumMataMoscas disse...

Obrigado António Sabão,

Levei a sério o seu comentário e ainda mais a sério o seu nome, assim que lavei aqueles comentários na lingua de Shakespeare.

Obrigado e abraço

ZumZumMataMoscas disse...

Amsilva, Zaka, Rui Leprechaum e Aboborinha,

As minhas desculpas por ter estado ausente uma temporada, agora já não será muito oportuno responder aos vossos comentários.

As minhas desculpas,